Hidroponia - Estufa

Resumo da Páscoa

A Páscoa era comemorada desde quando Moisés retirou o povo hebreu do Egito. Sempre no sábado. Uma comemoração e tanto, pois estavam há 430 anos escravizados.

Mas veja o que aconteceu mais recentemente, há apenas dois mil anos atrás. Era vésperas de mais uma Páscoa.

Até então era somente o povo judeu que comemorava (antigos hebreus). Reuniam-se no Sábado Santo para sacrificar um cordeirinho perfeito para que seus pecados, feitos até então, fossem perdoados.

Na quinta-feira Jesus janta com seus discípulos e reafirma que era capaz de vencer até mesmo a morte. Que Ele estava pronto para se deixar morrer e, em seguida, vencer a morte. Faria isto para que todos que nele cressem, fossem, também salvos. Simples assim!

E vale para qualquer um de nós.

Naquela mesma noite Ele é preso e, na tentativa frustrada de achar algum defeito nele, ficaram naquela lenga-lenga, num jogo de empurra-empurra, madrugada a dentro, até ser condenado. Aguentou firme.

Ainda na sexta-feira foi crucificado e morreu entre dores horríveis. E tiveram que retirá-lo ainda na sexta-feira, pois no sábado da Páscoa não podia ter gente morta nas proximidades da cidade santa (Jerusalém), onde aconteceria mais uma comemoração milenar. Nem deu tempo de ungi-lo de incenso (ato praticamente obrigatório na época).

No domingo, na tentativa de ungi-lo, perceberam que Ele não estava brincando. Jesus está vivo. Relatos informam que Ele reapareceu várias vezes para centenas de pessoas antes de subir. Entretanto, anunciou que enviaria o Espírito Santo para toda pessoa que nele cresse. Ou seja, basta acreditar na sua proposta de salvação da morte eterna e o nosso espírito recebe o Espírito Santo para, então: nos consolar nas horas difíceis, para nos guiar e orientar, para nos lembrar da única verdade. Tudo isto de graça.

Uma Nova Páscoa: Jesus aceitou ficar no lugar do cordeirinho. O Cordeiro de Deus foi sacrificado. Então, mesmo sabendo que seremos pecadores até o último dia da nossa vida podemos ser salvos da morte eterna. Qualquer um. Basta apenas uma decisão pessoal: reconhecer isto. Fácil demais. Vamos nessa!!!

Antes de Jesus retornar para junto de seu Pai (Deus) para ficar sentado ao seu lado, disse:
"Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim não morrerá eternamente. Você crê nisto?" João 11:25-26

E tem mais: Ele disse que vai voltar. Que a grande diferença é que "Nesse dia", absolutamente, ninguém mais terá dúvida que Ele chegou.